Dúvidas Frequentes sobre a Consulta.

Por quê escolher o hipnoterapeuta Anderson Feitosa?

Formado pelos maiores institutos de hipnose do mundo, entre eles o Instituto Elsever. Estudou com os maiores nomes da hipnoterapia contemporânea: Sean Michael Andrews, Jeffrey K. Zeig Ph.D, Founder and Director of the Milton H. Erickson Foundation, cursos de psicologia positiva e psiquiatria na prática com a dra. Sofia Bauer. Utiliza protocolo de padrão internacional de hipnose, aliando diversas teorias e técnicas de barras de access consciousness, coaching, inteligência emocional, neurociências, programação neurolinguística e psicologia positiva. Ou seja, cada cliente é único, e todas as sessões de terapia são completamente diferentes, de acordo com cada necessidade.

A hipnoterapia funciona em 100% dos casos?

Todos podem ser hipnotizados, uma vez que a hipnose é o estado natural da mente, que envolve concentração, foco e imaginação. Porém, o “funcionar em 100% dos casos” depende do engajamento do cliente. A hipnose vai mostrar a ele outros vislumbres, outros pontos de vista, e vai mostrar que a mudança pode ser real! O hipnoterapeuta usa 100% dos seus recursos na terapia, mas o cliente também precisa dar 100% do seu potencial e se permitir à mudança; Hipnose não é como uma cirurgia médica, onde o paciente é sedado, e o médico retira um tumor, por exemplo. Hipnose é consensual, e um jogo, ou uma “dança”, entre hipnoterapeuta e cliente, e o cliente tem que se engajar no processo. Quando ele está engajado, disposto a mudar, a hipnoterapia funciona, e bem rápido.

 

Em quais casos a hipnoterapia precisa estar associada a outros tratamentos? Quais tratamentos?

A hipnoterapia não precisa estar associada a outros tratamentos. Porém, ela pode estar associada, caso o cliente queira – não há regras. Além do mais, e bem importante, o hipnoterapeuta jamais pede para o cliente parar ou iniciar algum outro tratamento, também não prescreve nem dá alta de medicações.

Vou ficar preso?

É impossível! Hipnose é natural, e entramos em estado de hipnose várias vezes ao dia, quando estamos concentrados num projeto, vendo um filme interessante, ou cantarolando uma música enquanto tomamos banho. Hipnose é só isso, portanto, é impossível ficar preso!

Vou contar segredos?

Não! Você não faz em hipnose o que não faria em estado de vigília. Você possui uma mente crítica, e ela continua com você o tempo todo, mesmo em hipnose.

Vou perder o controle?

Não! Em hipnose você sabe de tudo o que está fazendo. Afinal, tudo está acontecendo na sua mente, e quem comanda ela é sempre você. O hipnoterapeuta não consegue entrar na sua mente e mexer nas suas conexões cerebrais. O controle é sempre seu!

 

Vou perder a consciência?

Você jamais perderá sua consciência. Pelo contrário, em estado de hipnose ficamos até mais alertas e com nossos sentidos mais aguçados. Você sempre sabe de tudo o que está acontecendo.

 

Vou fazer o que não quero em hipnose?

Não. Você jamais sai de si, jamais faz em hipnose o que não faria em vigília.

 

Os resultados duram para sempre?

O trabalho terapêutico é realizado no subconsciente, responsável por todas as programações, emoções, memórias de longo prazo, etc. Uma vez que as causas são descobertas e removidas, os resultados tendem a ser perenes.

 

A hipnose oferece riscos?

A hipnose não faz mal à saúde, não oferece riscos, não tem efeitos colaterais, nem contraindicações.

 

Hipnose é religião? Não acredito em hipnose!

Hipnose não tem nenhuma relação com nenhuma filosofia religiosa. Pelo contrário, hipnose é ciência! Assim sendo, ela funciona sempre, independente de sua crença.

 

Será que sou hipnotizável?

Todos entramos e saímos de hipnose em média 80 vezes por dia. Hipnose é só foco, concentração e imaginação. Quando assistimos um bom filme, e nos envolvemos, nos emocionamos, isso é hipnose. Quando lemos um livro, quando ouvimos uma música que gostamos, ou quando estamos vendo um vídeo divertido no whatsapp, também são formas de hipnose.

 

De quantas sessões preciso? Vou ter que fazer tratamento para a vida toda?

As respostas são muito individualizadas, dependendo de cada caso. Porém, o tratamento dura, em média, apenas duas sessões. Você não precisa fazer sessões de hipnose a vida toda, já que a hipnose vai direto no ponto, e trata / ressignifica as causas e as raízes reais de seu problema.